Nesta edição da revista VMware in the Cloud: Ingram Micro e AÇÃO, o que muda para os clientes?

 

Executivo detalha novidades e benefícios da aquisição anunciada em 2015

 

A AÇÃO Informática anunciou, ano passado, uma nova estratégia de go-to-market ao cliente, com cinco pilares. Em dezembro de 2015, a Ingram Micro finalizou o processo de aquisição da empresa. Com a transação, surge a pergunta: o que muda na prática para os clientes? Diego Utge, VP & Brazil Chief Executive da Ingram Micro, explica que o nível de atendimento se mantém, ao mesmo tempo em que se expande para todo o time de inside sales e field sales da Ingram, formado por cerca de 80 profissionais.

 

Segundo ele, a estratégia está sendo ampliada com os pilares de IoT e Mobilidade, e com o complemento de produtos e soluções de mais de 65 fabricantes da Ingram Micro à oferta da AÇÃO Informática. “Além da experiência nacional das duas empresas, as boas práticas na América Latina da Ingram Micro e da AKTIO – empresa pertencente ao grupo AÇÃO que está se integrando à Ingram Micro – reforçam ainda mais as soluções oferecidas e o atendimento aos clientes”, afirma o executivo.

 

Um bom exemplo dessa gama de soluções complementares no Brasil são soluções trabalhadas por muitas revendas em vários projetos, como a Gestão Energética. “A solução Gestão Energética integra desde a infraestrutura de sensorização, captação e análise de dados para redução de consumo de energia, até a gestão remota de recursos de iluminação e temperatura”, detalha.

 

Sinergias

 

A AÇÃO Informática se destaca pela grande atuação no setor público e a Ingram Micro tem capilaridade, com mais de 9,5 mil revendedores. “Estamos muito otimistas com as    oportunidades que teremos no ecossistema, principalmente pelo portfólio variado que possuímos e pela oferta de cross-selling. Existe uma sinergia muito forte entre a AÇÃO e a Ingram, ambas têm parceiros tradicionais das áreas de servidores, storage e infraestrutura e contam com uma ampla gama de fabricantes de software para atender a todos os perfis de clientes e demandas distintas, não só no setor público como agora com mais força no privado. Assim, reforçamos nosso posicionamento de one-stop distributor”, esclarece Utge.

 

O executivo ressalta, ainda, a importância de soluções de virtualização como as da VMware para o portfólio e a estratégia da Ingram. “Neste momento de reduções de despesas para otimização de recursos, acreditamos que as soluções de virtualização e gestão remota poderão auxiliar as empresas”, contextualiza.  “O discurso da VMware está muito em linha com a nossa estratégia e é focado em mercados de todos os portes. Além disso, oferece soluções não só para ambientes tradicionais e híbridos, como também para cloud, o que reforça a proposta da parceria”, acrescenta.

 

Ao falar das principais tendências e apostas da Ingram em termos de virtualização, Utge lembra que “o portfólio da VMware oferece soluções desde mobilidade até Data Centers, que propiciam a venda conjunta com os fabricantes do nosso portfólio, principalmente de hardware. Isso dá mais agilidade e melhora no gerenciamento de ativos, segurança de dados e infraestrutura”.

 

Novidades

 

A Ingram Micro está revendo as políticas do seu programa de canais, incluindo os da AÇÃO Informática, para ter uma proposta unificada nos próximos meses. Diego Utge, VP & Brazil Chief Executive da empresa, explica que o programa VTN (Venture Tech Network) estará integrado como um dos benefícios do programa de canais da AÇÃO. “Além disso, temos visitado parceiros, levando a oferta de VMware, e já tivemos novas propostas que estão sendo negociadas. Este é um trabalho que será feito em todo o Brasil, conjuntamente com os nossos profissionais de campo e da AÇÃO”, acrescenta.

 

O executivo lembra que outras iniciativas, como o parcelamento em até 90 dias criado pela área IM Linha Fácil de soluções financeiras, serão um diferencial para auxiliar em novos negócios. Ele também destaca os eventos ONE Ingram Micro e AÇÃO, as apresentações regionais das estruturas de atendimento e das linhas de produtos e o Road Show VIA IM para revendas SMB. “Estamos realmente muito animados com as possibilidades de incremento do negócio de ambas as empresas com a ampliação do time que trabalha com VMware. Temos a confiança que teremos um bom ano, trabalhando de forma bem próxima a VMware”, conclui.

 

Veja esta e outras novidades na edição digital da Revista abaixo:

 

 

 
Ingram Micro amplia acordo com a IBM e passa a distribuir a plataforma Softlayer no Brasil

 

 

Todos os serviços de IaaS (Infrastructure as a Service) e PaaS (Platform as a Service) passam a fazer parte do portfólio que já conta com Microsof Azure e é referência em cloud

 

 

A Ingram Micro, subsidiária brasileira da maior distribuidora global de tecnologia, fortalece ainda mais sua posição de fornecedora de soluções em cloud e anuncia a distribuição da plataforma Softlayer no Brasil. Inicialmente, a Ingram Micro fornecerá todos os serviços de IaaS (Infrastructure as a Service), em um segundo momento, oferecerá todos os serviços de cloud da IBM no Brasil, incluindo a plataforma de PaaS IBM Bluemix. “É mais uma grande parceria global firmada pela nossa unidade cloud. Historicamente, os serviços de IaaS e PaaS respondem por metade do mercado endereçavel de cloud no país e a oferta de Softlayer complementa nossa estratégia de ser referência no setor de nuvem no Brasil”, garante José Furst, diretor de vendas da Ingram Micro Cloud.  

 

“A parceria com a Ingram certamente irá aumentar o alcance das soluções de cloud IBM no mercado brasileiro, trazendo novos canais, clientes e consequentemente soluções de negócios na nuvem”, destacou Marcela Vairo, Business Partners and Channel Innovation - IBM Cloud.

 

A Softlayer está integrada à plataforma Cloud Marketplace da Ingram, ou seja, as revendas podem comprar, provisionar, administrar e faturar seus clientes de forma automatizada. “Outro ponto a destacar é a forma como a Ingram Micro capacita seus parceiros para trabalhar a oferta de soluções em cloud de forma diferenciada. “Para atender as demandas dos clientes, é preciso que as revendas passem de um modelo de engajamento transacional para um modelo de engajamento recorrente, assim como a própria cloud. Esta abordagem junto aos clientes, associada às soluções líderes de mercado, como Softlayer, representa uma grande oportunidade de negócios para as revendas”, finaliza Furst.

Ingram Micro promove Fórum Advanced Solutions Summit e leva 40 revendedores parceiros ao México

 

A Ingram Micro Brasil, subsidiária da maior distribuidora de tecnologia do mundo, promoverá o Fórum Advanced Solutions Summit e levará 40 revendas brasileiras a Cancun, no México. O evento acontecerá entre os dias 11 e 14 de maio e terá uma programação bastante movimentada, com apresentações de cases de sucesso, workshops e palestras, além das presenças de executivos da Cisco, Datalogic, Dell, HPE, IBM, Intel, Microsoft, Zebra entre outros.

 

O Fórum contará com a participação de mais de 300 parceiros clientes exclusivamente Ingram Micro de toda a América Latina, das empresas adquiridas pela Ingram, como TechData, AKTIO, e Ação, em 2015.

 

“Essa iniciativa faz parte de nossa estratégia de relacionamento e acesso das revendas brasileiras às novas soluções oferecidas por fabricantes de diversos segmentos. Nosso objetivo é apresentar um portfólio completo e, principalmente, soluções de grandes fabricantes para os setores público, financeiro (bancos), educacional, de automação e varejo e casos de sucesso para agregar valor aos parceiros. Esse tipo de networking ajuda a ampliar as oportunidades de negócio no Brasil e na América Latina”, afirma Diego Utge, VP & Brazil Chief Executive da Ingram Micro.

 

Acompanhe o evento nas redes sociais através da Hashtag #IngramSummitAS

 

Ingram Micro é premiada pela Dell como “Distribuidora com Maior Crescimento em 2015” no Brasil

Ingram Micro América Latina também foi reconhecida pelo desempenho na região

 

cid:image004.jpg@01D1A0A8.29B172A0São Paulo, 29 abril de 2016 – Apenas sete meses depois de firmar parceria com a Dell, a Ingram Micro Brasil foi reconhecida pela fabricante como “Distribuidora com Maior Crescimento em 2015”, desempenho obtido por uma eficiente combinação de estratégias internas e junto ao canal.

 

Diego Utge, VP & Brazil Chief Executive da Ingram Micro, explica que a Ingram Micro realizou campanhas internas para incentivar a sinergia entre as empresas e também formou um time dedicado aos negócios da fabricante, preparado para atender tanto parceiros que operam exclusivamente com soluções Dell como revendas Ingram Micro que trabalham com a marca como opção para cross-selling e oferta complementar. “Atingir esse nível de trabalho em menos de um ano é sensacional. Estamos muito felizes com essa conquista. Isso mostra o quanto estamos alinhados com os negócios da Dell. Agora trabalhamos para manter essa excelência e aprimorar ainda mais os serviços prestados e a integração entre as empresas”, completa Utge.

 

Além da premiação local, a Ingram Micro América Latina também foi reconhecida pela Dell como Melhor Distribuidora América Latina pelo terceiro ano consecutivo.

 

Para mais informações, visite o site www.ingrammicro.com.br ou ligue para (11) 2078.4300.

INGRAM MICRO e AÇÃO: Consolidando no país

A INGRAM Micro imprimiu um ritmo acentuado de mudanças em sua presença no Brasil durante os últimos dois anos. O maior passo nessa direção partiu da aquisição da AÇÃO Informática, uma das mais tradicionais empresas de distribuição no país, no ano passado. Desde então, a empresa vem trabalhando na consolidação de ambas as operações.

 

Segundo Diego Utge, diretor geral da INGRAM Micro no Brasil, para 2016 o plano é aumentar ainda mais a sinergia entre as duas marcas, mirando um crescimento de 10% a 15% em seu faturamento em relação ao ano anterior.

 

Em 2015, a INGRAM registrou um crescimento de aproximadamente 17% no país, enquanto a AÇÃO ficou na marca de 20%. Hoje em dia, as duas empresas somam mais de 10 mil canais no país.

 

Em 2014, último ano com dados divulgados, a AÇÃO faturou R$ 1,2 bilhão, uma alta de 23% frente aos resultados do ano anterior. A INGRAM não revela resultados regionais, mas tem um faturamento global na faixa do US$ 43 bilhões.

 

"Investimos na sinergia entre as duas marcas, estabelecendo estratégias de cross-selling entre os portfólios das duas companhias e um maior foco em cloud", afirmou Utge.

 

Ao somar o portfólio do Grupo AÇÃO, a INGRAM passou a contar com cerca de 70 marcas no país. A INGRAM é uma das principais distribuidoras Cisco e HP no país, enquanto a AÇÃO se estabeleceu no país como distribuidora IBM e Oracle, principalmente.

 

O fortalecimento apontado pela INGRAM e AÇÃO vem em um momento em que outros nomes internacionais de distribuição, como a norte-americana ScanSource, que comprou a Network1 em 2014, e a inglesa Arrow, que comprou a CNT/Brasil no mesmo ano.

 

Vale lembrar que as aquisições chegaram em um momento complicado (e favorável para o dinheiro estrangeiro) para o setor de distribuição, que teve queda de 5% em 2014 e 8% em 2015. O cenário chegou a provocar impactos no mercado local, como a queda da poderosa Officer no ano passado.

 

Para Enio Issa, ex-presidente do Grupo AÇÃO e agora diretor executivo na INGRAM Micro Brasil, a posição da companhia é diferente dos recém-chegados concorrentes.

 

Segundo o executivo, a fusão das duas companhias aconteceu quando ambas estavam em um bom momento de mercado, um diferencial em relação a outras investidas de distribuidoras multinacionais no mercado brasileiro.

 

"É preciso entender que aquisições nem sempre resultam em integração de operações. Quanto maiores os negócios e portfólio, mais é preciso estabelecer estratégias organizadas para gerar resultados", completa Utge.

 

Outra mudança recente para a INGRAM foi o anúncio da intenção de compra da empresa pelo conglomerado chinês de aviação, logística e turismo HNA, um negócio avaliado em US$ 6 bilhões.

Embora o negócio não tenha sido fechado ainda, Utge afirma que ele trará impactos positivos para a operação brasileira da companhia, tanto na parte financeira como operacional.

 

"É uma das empresas de maior capitalização do mundo, o que nos dá segurança para buscar investimentos para o Brasil. Além disso, a presença logística da companhia pode trazer benefícios como redução de custos para equipamentos importados, por exemplo", explica Utge.

 

Fonte: Baguete

Por: Leandro Souza

Mostrando el intervalo 1 - 5 de 207 resultados.
Resultados por página 5
de 42

 

Receba as notícias do INFONews no seu email: